Como não embarangar nos States??!

olá meninas lindas (já tô perdendo a criatividade pra começar os pots),

e aí? Como vocês estão?

Bom, como todo mundo aqui sabe, minha vida agora gira em torno dessa bendita viagem, que não faço mais idéia de quando será. Tá um drama por causa desse aceite que não chega nunca. Eu sou cheia das urucubacas, já contei isso pra vocês, né?! Enfim…

Mas enquanto não sai, vou levando minha vidinha, porque a essa altura do campeonato só me resta esperar (saco!). Mas, no que eu posso ir adiantando, eu adianto.

Por exemplo, essa semana eu pensei numa coisa de muita importância (ou não) para nós pessoas carregadoras dos cromossomos XX: como vou me virar com unha, depilação, cabelo e todas essas coisa que eu daria tudo pra não ter que me preocupar como fazem os meninos (juro que quero vir homem na próxima vida)??

Segundo a minha pesquisa, lá para os lados do Tio Obama, tudo ligado a beleza e vaidade é caro. Principalmente para nós que teremos que nos sustentar com salário de Au Poor. Sooo, nós teremos que nos virar nos trinta para não fazer feio, porque eu que não vou trabalhar que nem cão para deixar todo meu rico dinheirinho num salão no final do mês  (que alias é o segundo lugar que mais odeio ir, o primeiro é academia).

Pensando nisso, eu resolvi já me antecipar e pensar numa resolução para essas questões.

Eis o que irei fazer:

1- quanto a depilação: tenho um aparelho da Philips que funciona como pinça elétrica. Ele é ótima, tira da raiz, e já nem sinto mais a dor (sou muito macho!!). Então, ele vai comigo, poderei cuidar da perna e axila. Agora a virilha, aqui no Brasil, eu faço com cera quente no salão. Láaaa, eu vou comprar cera na farmácia (aquela que esquenta no microondas) e terei que fazer eu mesma. Não vai ter jeito, terei que dizer adeus ao “Brazilian wax” e fazer o famoso “contorno do biquini”.

solução número 1

2- unha: farei eu mesma, ou seja, será praticamente uma carnificina 😛 Mas, para ir me acostumando, já estou praticando fazer em casa (e aproveitando para economizar). Quanto mais você vai fazendo, mais pratica vai pegando. E tenho que aprender fazer cada vez mais rápido, porque o pouco tempo que me sobrar não quero gastar com isso, né?!! Meu problema está na unha do pé, que é super hiper mega escrotizada, digo, encravada. Aí que o bicho pega, porque vou precisar de podólogo lá, não vai ter jeito. 😦

e olha que nem tirei bife o/

3- cabelo: a solução desse é a mais fácil! vou largar de mão. Juro!! Vou ficar mega hipponga. Antes de ir viajar, vou cortar o cabelo bem curto pra não ter que passar perto de um salão em quanto estiver lá, e farei a escova inteligente (porque meu cabelo é todo trabalhado no pixaim, minha gente) também. A escova no meu cabelo até que dura bastante. No momento, por exemplo, está já quase sem escova, os cachos ficam bem largos (dá até pra domar) e conforme o tempo for passando vou ter que assumir meu pé na África, não vai ter jeito. Para mais ou menos contornar a situação, tô pensando em levar um pouco do produto pra lá (mas eu não tenho muita habilidade pra essas coisas), então no momento é só uma hipótese.

vou ficar assim 😛

Eu já nem sou tipo, a pessoa mais vaidosa do mundo (relaxada!). E creio que estando lá, com tantas coisas pra fazer, gente pra conhecer, lugares pra visitar, essas serão as últimas coisas que vou querer me preocupar. Não quero que grande parte do meu tempo e dinheiro seja gasto com isso. Então, farei o que der para fazer. Se der, ótimo!! Se não der, fazer o que, né??!! É a vida 🙂

 …  beijo pra quem fica!!

Ps Fotos créditos:  só peguei o endereço dessa aqui. Perdi as outras. So sorry, para os autores das imagens. Não se repetirá 😉

Ps2 a foto da mão é minha!!! repara não, que ainda estou pegando o jeito da coisa (da unha e da foto :P)

Anúncios

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 40 outros seguidores