Blá-blá-blá eu-eu-eu e mais curiosidades e dicas para futuras au pairs

Vou contar que esses dias fiquei muito tentada a abandonar o blog. Pois é, e nem é a primeira vez que bate essa vontade. Da outra vez que aconteceu isso foi quando cheguei aqui, foi tão broxante o primeiro contato com a família que eu achei que o blog iria perder sentido se eu entrasse aqui só pra reclamar.

E acho que é exatamente o que está acontecendo recentemente. Sem querer ficou uma sequência de mimimi um post atrás do outro. E já vou avisando, pra quem quer que eu pare tudo pra contar toda a história do rematch, nossa, aí mesmo que vai dar roteiro pra novela mexicana.

Então, vou fazer um plot twist no próprio post, parar de reclamar da vida, que não é lá essas maravilhas mas tá indo tudo bem… vamos falar de curiosidades aleatórias na vida de uma au pair (azarada).

Muita gente me perguntou por exemplo, como era minha relação com a família. Fiz um post interinho contando sobre isso aqui, então esse tópico eu vou pular. Próximo assunto!

Ah, tá, sobre o carro: cada família tem sua lei, aqui nessa atual casa funciona assim: eles colocam gasolina a cada 250 milhas rodadas. Ou seja, não da nem pra usar gas na surdina porque aqui a gasolina é controlada na milhagem. cada vez que o tanque é enchido o meu fofo vai la e zera a milhagem. Assim ele sabe o quanto eu rodei com a gasolina dele e de quebra ele sabe se eu fui para onde eu não devia.

Porque a outra regra do carro é: não poder pegar highway e não sair de Chappaqua, Mt Kisco e Pleasentville. Aí você pensam, bom três cidades, tá bom né. Foi o que pensei. Só que essas três cidades juntas não são nem do tamanho do meu bairro no Rio, vai vendo… fui muito carona nessa vida.

A única exceção aberta foi para o college, porque né? Não tem ônibus nesse raio de lugar, a pé também não dava pra ser, então eu fui de carro ( a contra gosto da fofaiada). Além de pegar highway eu sai do diâmetro Chappaqua, Mt kisco e Pleasentville. E eles são obrigados a custear a gasolina para os estudos.

Comida: a vontade aqui. Pelo menos isso eu nunca tive problemas. Tá vai, teve uma vez que ela me fez contar o quanto de fatias de pão estava sendo usado. E as vezes ela faz umas perguntas do tipo, sei lá: cadê o dressing que tava aqui? (o gato comeu?)

ahh sei lá cara, tem 6 pessoas nessa casa, porque que ela se espanta se alguma coisa acaba? E normalmente é a mais velha que traça tudo, só que dessa vez foi eu que tinha comido o dressing todo. Respondi: eu comi?.Ai ela manda um: mas como?? tava cheio na semana passada. Dai eu penso: é né, semana passada…. Mas só penso, na verdade eu respondo: é pois é, mas tava gostoso 😛

O que mais vocês querem saber? hum… vamos ver, tolhas, cobertor isso é fornecido pela família. Agora aqui todo artigo de higiene pessoal sou eu que custeio. Nunca ninguém me ofereceu nada. No meu primeiro dia fofa falou que a au pair iria me levar na target para eu poder comprar o que eu precisava.

Sorte que eu não precisava de nada. Como o seguro morreu de velho, trouxe tudo e um pouco mais da terrinha. Tanto é que passado 4 meses ( eu ainda não acredito como voou o tempo) eu ainda tenho shampoo, condicionador, desodorante, perfume, remédio então nem se fala. Tenho para dar e vender 😛

Outra dica aleatória que deixo para quem tá vindo. Fui na onda da galera do “não traz muita coisa que aqui você compra”! Me ferrei, porque tenho que ficar comprando coisa que eu tenho no brasil e não precisaria comprar e gastar meu suado rico obaminhas em coisa que eu já tenho!

Por exemplo, traga toda sua coleção de roupa velha que você morre de vergonha de admitir que usa mais usa mesmo na privacidade do seu sofá de baixo do edredon. Traz cara, que pra trabalhar, é isso aí que você usa. Já falei sobre isso também aqui!

Eu não trouxe, conclusão tive que comprar moleton e um monte dessas roupas “de bater” aqui pra não colocar as bonitinhas que trouxe pra trabalhar. Tudo bem que eu adoro, porque eu amo essas roupas feias confortáveis e que até no brasil essas paradas são caras.

Minha dica pra compra dessas roupas (que confesso usarei sim no conforto e privacidade do meu lar) é na Strawberry! Assim, a qualidade é zero! Acho que a qualidade fica lá no Vietnan aonde essas roupas são feitas. Mas assim, você compra legging por 6 dolares, camisa basicona por cincão e aí vai… eu sempre que passo em frente a uma strawberry faço estrago.

esqueci de falar que o estilo é meio purpurinado =P

Eu super achando que iria comprar na Abercrombie, não dá gente, a Abercrombie é muito cara para meu bico. Fica para outra hora. Alias, essas lojas podiam abrir uma sociedade com as au pair. Toda au pair que se preze tem um Nike shocks no pé (ou como diriam os favelados, Nike 4 molas), um Ipod touch e várias roupas da hollister e da abercrombie. Ah! E maquiagem MAC. Só eu que não tenho nada disso KUÉN!! Alguém aí afim de me patrocinar?

Mas tudo bem que para o Black Friday estou planejando me dar um super presente também. E vou deixar todo mundo na curiosidade 😛 Ainda tô na dúvida, tenho que escolher entre 3 itens. Tá difícil…

Minha professora no curso explicou o porque desse nome Black Friday que é a sexta-feira depois do thanksgiving, mas eu já esqueci (cabeça de vento). Vou pesquisar e conto para vocês.

Falei muito, né? Então galera, vou ficando por aqui. Volto pra cuspir mais abobrinhas outra hora.

beijo pra quem fica galera!

Curiosidades aleatórias sobre USA

Reparem não que o post vai ficar meio assim jogado, mas conversa daqui, conta uma curiosidade alí pensei, porque não resumir tudo num post só?  Tem tanta coisa aqui que eu vejo e que penso, nossa que diferente mas que se fosse fazer um post pra cada coisinha, nossa seria post para meu programa inteiro (alerta de frase solta).

Então vou jogando aqui algumas curiosidades aleatórias que lembro:

– geografia aqui realmente é uma merda. Nego não sabe aonde é lugar nenhum. minha amiga da Sérvia coitada é a que mais sofre, já chutaram que o pais dela é tudo quanto é lugar. E estou pensando seriamente em fazer uma camisa: sou do Brasil mas não falo espanhol.

– tudo aqui é na base do self service. Você coloca sua gasolina, pesa suas frutas na balança, limpa seu carro, revela suas fotos digitais e por aí vai.

– eu via isso nos filmes mas aqui pude confirmar que é verdade: tem muito tchicano aqui e eles normalmente trabalham como jardineiro, empregada doméstica, ou lavador de carro em Car wash ou nesses outros tipos de emprego.

– nas cidades suburbanas, aonde se encontra a maioria das Au Pairs não tem gente da nossa idade. Galeras com seus vinte e poucos anos tudo já debandou pra universidade, ou já tem seu diploma e estão labutando na City. Subúrbio é lugar de gente casada, criança e adolescente. Ou seja, só dá fofaiada.

– “Living on a Prayer” e “Sweet Home Alabama” são hits eternos aqui. O primeiro deixa a americanada maluca e o segundo é aquela sensação de casa, de cidadezinha aconchegante.

– tem que dar gorjeta pra tudo. É costume daqui, pra tudo se deixa gorjeta. Se você for num restaurante a conta fica assim: preço do prato, mais taxas, mais gorjetas.

– não tem porta giratória no banco. Ou seja, você não precisa ficar quase que pelado pra poder sacar um dinheiro.

-algumas ruas não tem postes pra não tirar a privacidade dos moradores das casas.

– os lojistas e atendentes em geral são as pessoas mais simpáticas ever!

– todas as lixeiras das cozinhas ficam camufladas, nunca evidentes. É sempre dentro de um armário mesmo, tem que ficar abrindo os armários da cozinha pra achar aonde a lixeira foi “escondida”.

– o almoço não é a refeição principal do dia e sim a janta: as 6:30 da tarde.

– ao lado de toda comida pra vender tem o numero de calorias.

– quando eu assistia Sex and the city eu sempre pensava: que nojo dessas mulheres comendo de boca aberta, não precisava disso. Daí descobri que sim, americano come de boca aberta, fala com a boca cheia e faz barulho pra comer. Mais nojento impossível.

Então pessoal, essas foram a quantidade de curiosidades que consegui juntar para um post que não ficasse muito longo mas que também não dava para dividir porque ficaria uma sequência de mini post por curiosidade,

Por hoje é só,

beijo pra quem fica!!

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 40 outros seguidores