My Wishlist

Então pessoas,

tava aqui fazendo nada, pensando no que eu poderia me dar de natal. Ou melhor, pensando no que eu poderia pedir de presente de natal. Já contei que amo ganhar presentes? Pois é, me venha com um lápis embrulhado num papel bonito com um laçarote e eu serei toda sorrisos 😀

Daí fiquei fazendo uma lista mental de coisas que eu sempre quis, mas que na terrinha eram demais pra mim. Vim pra cá achando que super iria rematar tudo, e putz, nunca será… essa pobreza que me acompanha já está me cansando.

Como sonhar não custa nada, resolvi trazer minha listinha pra cá. Tipo, finalidade zero esse post, se quiser pular esse e esperar um outro com algum conteúdo mais útil, fique a vontade. Só achei que seria divertido, então aí vai.

Ah sim…. vocês vão ver (para aqueles que ainda estão aqui) que tem coisas que são palpáveis e tem coisa que né, dei uma viajada. Mas se é pra fazer uma lista fictícia, por que não dar uma viajada na batatinha?! Não vai machucar ninguém (só so meus próprios sentimentos #olhaodrana).

Então vamos começar com os que tenham alguma chance de remate:

1- Bolsa Lily-Bloom. 

 Descobri essa marca aqui nas TJ MAXXS e Marshels da vida e foi amor a primeira vista. Super me identifico com o jeito colorido e despojado das bolsas. Me lembra carioca way de ser. Compraria umas três logo se pudesse. O melhor que elas costumam ser baratinhas, tipo uns 20 dolares nas lojas que mencionei. Por que ainda não comprei? Vai vendo o que dá pra fazer com saláriode au pair…

2- UGG

Ou mais conheceida como ugly 😛 Então, achava a coisa mais horrosa quando estava em terras tupiniquim. Mas nada como o hábito de ver uma dessas 20 vezes por dia pra que eu (pessoa influenciável que sou) não começar a desejar uma e até pensar,  não é que não são tão feias assim? Mas são caras. Tem uma dezenas de genéricas por aí, mas a maior besteira que fiz foi experimentar uma de verdade no pé. Parece que você está andando nas nuvens. Não tem nada mais confortável que uma UGG. Mas né, de novo, são caras (200 obamas) e nem vai dar pra usar elas no Rio. Aí meu lado Tio Patinhas (sempre presente) gritou mais alto.

3- A Biografia de Steve Jobs

Esse eu já poderia ter comprado há muito tempo, tá apenas 14 míseros obaminhas na Amazon. o problema é, como vou levar um livro de volta? Deixar aqui? E jogar meus 14 dolares fora? No Way. 14 dolares, são 14 dolares. É quase um 1/4 de tanque de gasolina, gente. É por isso que até agora tô me segurando pra comprar livros aqui, pensando em toda matemática pra levar eles (my precious) de volta.

4- Sapato Louboutin

Esses todas concordam, viajei bonito. Porque né, 720 obamas (sim rapazes, eu não digitei errado, esse é mais ou menos o valor) num sapato é too much, até pra  quem não tá tão na merda como eu. É um investimento e tanto. Mas gente, o que é esse vermelho no salto , registro da marca? Tem coisa mais charmosa? Não tem. Não vou nem falar mais nada, vou recolher a minha insignificância e pular para o próximo item.

5- Alexa Bag, Mulberry

De todas as bolsas clássicas, essa é a única que eu realmente babo. Gosto tanto dela que me recuso comprar um dos 20 mil modelos inspired que tem por aí (e até vulgariza um pouco) achando que um dia eu poderei dar uns 1.ooo dolares nessa bolsa #TodasRiem. Troco a Channel 2.55, a Speed da Louis Vitton e a Burkin (que é linda, só não é prática de carregar) pela Alexa. Ah, e só não pode ser caramelo (tenho pavor de cor caramelo) tem que ser de uma cor berrante como da foto: azul, verde mas de preferência vermelho. Mas com eu sou au pair, next…

6- Pincéis Sigma

Eu sou uma pobre muito metida a besta. Até hoje eu tenho dois (isso mesmo, dois) pincéis para maquiagem. Um de base e um de olho e só. Podem imaginar o quanto elaborada minhas maquiagens são, né? Pois é… poderia comprar vários pincéis aqui que vendem em qualquer target ou CVS da vida mas… meu coração pertence aos pincéis sigma. Sempre foi e sempre será. Um kit completo? 109 dolares. Isso aí, em pincel. E a coragem?

7- Kindle

O kindle é meu e-reader dos sonhos. Diferente do Ipad (até porque são gagdets diferentes), ele é mono tarefa, exclusivo pra leitura. Melhor que você pode enfiar nele quantos livros você quiser. O que seria uma ótima solução para eu ler o item 3 e poder carregar ele pra onde eu quisesse, inclusive para o país de origem. O problema só é que você não só compra o Kindle, você tem acesso aos livros virtuais pra comprar e é aí que mora o perigo 😛

8- Ipod nano

Sim, o nano. Porque queria um Ipod exclusivamente pra colocar todas as minhas músicas e podcasts (que consiste basicamente em nerdcast e MRG). Queria um simples mas com visor para eu poder ir na academia, ou andar por aí. Não tenho vontade de ter um Ipod Touch porque minha idéia é ter logo um Iphone, e daí né, não precisa ter os dois. Vou te dizer que esse eu dei mole, tava baratinho na Black Friday. Mas agora já foi 😦

9- Um kit completo de maquiagem da Sephora

Tava bom né? É uma forma de suprir o fato de eu não ter maquiagem nenhum, at all! Nunca tive muito e aí foi acabando eu não fui repondo e terminou assim, sem nada, com um rímel um lápis e um gloss. Sim, eu vivo sem maquiagem. Abandonei minha dignidade toda quando vim pra cá. 😛

10- Blusa “Rio eu amo, eu cuido” Afhgan

Ahhhh esse se eu tivesse no Rio com certeza compraria. Amo camisas com estampa do Rio. Essa é uma campanha das marcas cariocas com o tema “Rio eu amoRio eu cuido”. E essa está com uma estampa tão linda. E esse escapulário? O melhor e tudo é que os preços da Afhgan não costumam ser tão abusurdos (não chega a ser uma C&A mas também não é tão sem noção quanto a cantão por exemplo). Fica a dica de quem estiver aí no Brasil e quiser me agradar (tá lendo isso mãe? :P) . Quero mesmo sabendo que não usarei por uns 6 meses 😀

11- E pra finalizar… o maior dos sonhos: um cantinho pra chamar só de meu.

Tô ficando velha minha gente e ser au pair só me confirmou isso. Tô meio de saco cheio de morar na casa dos outros sem poder dar palpite e ficar engolindo sapos. Ter que dizer pra onde vai, que horas vai chegar, e um monte de outras coisas que né, nem vale a pena comentar. Eu até sabia que seria assim, só não sabia que eu teria paciência zero. Aí você vai lá, respira e pensa, falta só 8 meses, vai passar rápido. Foca na sua viagem pra Disney e segue em frente.

Acho que é a velhice chegando. Quero um canto pra fazer as coisas do meu jeito, com as minhas manias e pronto. E poder restabelecer meu livre direito de ir e vir. E com um closet bem grandão 😀

Alguém se habilita? 😛

Tem coisas alí que davam pra comprar? Sim, até dava, mas aí é questão de prioridade. Eu não vejo sentindo nenhum em dar 700 dolares num sapato e deixa-los lindamentes encostados na prateleira porque eu não teria nada de grana nem pra ir no McDonalds e voltar. Então…

Fica aí minha Whislist de natal. Já adianto que não comprarei absolutamente nada pra mim porque fiz uma promessa que não comprarei nada até o ano que vem, será que consigo? Mas pô papai noel, quebra um galho aí, eu fui uma boa au pair e até por um rematch eu tive que passar. Qualquer item da lista já estava bom 😀

É o jeito é sonhar. Add tudo no carrinho e descarta tudo em seguida (aprendi com a Penny).

E vocês, já estão com suas wishlist prontas?

Beijo pra quem fica!

Anúncios

It’s all about shopping, baby!!

Não tem como não falar de Estados Unidos e não falar de compras, certo?! É a coisa que a auperizada mais fala e faz. Te bate a looouca aqui porque você olha os preços daquelas coisas super chiquetê e que se fosse no pais de origem nem passaria perto da vitrine, e veja só, você Au Poor pode comprar.

Mas lembrando que você não é a rica, e que portanto tem que saber o lugar certo pra comprar. Por exemplo, todas as pessoas que conheci que visitaram os EUA de turismo disseram que a Macy’s era o lugar. Cheguei aqui e descobri que não é! Macy’s é lugar de turista, Au Pair mesmo faz suas comprinhas na TJ MAXX (por exemplo).

TJ MAX em toda sua glória

A TJ MAXX é o paraíso na terra. É uma loja, acho que nem chega a ser outlet, com várias roupas de marcas com preço muito mais em conta. Pra ter uma noção, achei um babyliss da Revlon por 6 doletas, sem taxas. Mas fica tranquilo que as taxas aqui são super justas..

zoom na lindona

Assim de começo você pode achar a TJ MAXX meio confusa, porque é uma caralhada de araras com um monte de roupas trepadas uma nas outras, tem que ter um pouco de paciência pra cavucar (eu vou cavucar) entre as roupas. Depois que você ultrapassa essa barreira, da preguiça de ficar fuçando entre araras, aí minha filha é só correr para o abraço.

Eu sei que é feio falar de preço, mas foi tão baratinho que vou até dizer: paguei 16 doletas numa calça jeans da American Eagle, só pra vocês terem uma noção. Também vi calça Tomy por vintão. Uma loucura!

essa foi devidamente arrematada

Aproveitei também e comprei umas coisinhas pra dar uma organizada no quarto, como essa pendurador de joias bijuterias aí. Sempre quis um mas achava os preços muito absurdo na terrinha. Aqui rolou o/

Organizador de penduricalho a direita, e baldinho que usei pra depositar as maquiagens

Depois de comprar roupas, vamos para os sapatos. Como ainda não sou nenhuma Carrie Bradshaw para jogar fora investir 500 dolares num par de Manolo Blanick, eu vou na Marshalls que é outro paraíso, mas dessa vez só das bolsas e sapatos.

Coisa linda que é gente. Achei uma Ugg (bota feia mas super necessária para o inverno) por 60 dolares, e tinha achado super caro. Não levei. Cheguei em casa e perguntei pras meninas sobre o preço médio de uma Ugg e a resposta: 200 Obamas. E eu WHAAAAt?!

Conclusão: tô esperando voltar lá pra arrematar minha Ugg. Vamos torcer para que ela vai esteja lá linda e rosa me esperando.

Tem também vários óculos e perfumes, sério você vai ficar a looouca. E pra melhorar vai na sessão de Clearance, lá ainda é a promoção da promoção.

Aqui os sales não são miseráveis que nem no Brasil não. Você chega a achar peça com 75%, 80% de desconto. Dá vontade de levar tudo pra casa. Até coisa que não vou usar da vontade de comprar 😛

Outra opção é a Target, é tipo um Wallmart, meio super mercado, meio Lojas Americanas, sabe qualé?! Tem de tudo, desde roupas a comida de cachorro. Foi lá que arrematei meu sacador de cabelo e minha pranchinha, porque né, são necessidades básicas (apesar de nunca eu ter tempo de usar).

meninos não vomitem 😛

Não é a toa que vi meninas voltando para o pais de origem com quatro, cinco, seis malas pra despachar. Fora as caixas que vão pelo correio, porque né, quando é que você poderia fazer uma coleção de baton M.A.C.?!

Para o público masculino do blog (os três que me acompanham) eletrônico também é o paraíso. Claro que para um salário de Au Pair também fica puxado, mas se organizando dá pra adquirir video games, computador, Ipad e por aí vai. Não dá pra levar tudo (a não ser que você não saia pra nada = tiro na nuca), mas dá pra sonhar sim gente, e se planejar direito dá até pra levar (tá melhor que na terrinha que nem sonhar podia).

A armadilha está justamente nisso, a pessoa compra tanto que nem presta atenção pra onde o dinheiro esta indo. Porque como é tudo barato, você fica com vontade de levar 10  regatas iguais, cada uma de uma cor, mesmo sabendo que mês que vem o verão vai embora e elas vão ficar todas lindas e encostadas.

Outra dica: mão esqueça que a taxa é incluída depois. O preço da etiqueta não está incluindo a taxa, essa parcela para o governo que nós brasileiros conhecemos muito bem, aqui a gente só descobre na hora de pagar.

Calma brasileirada aflitas, aqui a taxa é mega justa, você não se sente roubada. É quase o troco do pão (e olha que o imposto de Estado de NY é um dos mais caro, mas se você tiver em Minessota, tá feito :P). E olha que coisa linda, você sabe o quanto tá pagando de imposto diferente em certos países que você não tem menor noção do imposto contido em determinado produto/serviço.

Olha aí a felicidade da Dani depois de um dia de compras

Como chegar: TJ MAXX, só seguir a 133 Road forever, ela é um circulo, sabe, seguindo essa Road você desemboca lá. E é gigante, nem dá pra perder. MARSHALLS SHOE SHOP: fica na 711 Bedford Road. Saindo da 133 Road, segue como quem vai pra TARGET.

Beijo pra quem fica!!

Ps.: pena que me bateu um cagaço de tirar foto por dentro pra vocês verem. Fiquei  com medo de levar um esporro. Próxima vez vou ver se crio um par de bolas e tomo coragem pra fotografar as escondidas, é claro 😛

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 40 outros seguidores