500 Obamas pra estudar (ou quase isso)

Um dos “benefícios” que a au pair tem é a tal da bolsa de 500 dolares que a família tem que pagar. Eu lembro que quando soube disso pensei, nossa que máximo, vou poder estudar coisas bem interessantes, vai ser lindo! Aham, Cláudia…

Acontece que na prática uma das coisas mais frustrante desse programa foi justamente com os estudos. Não só da minha parte, mas como na grande maioria das au pairs. Inclusive semana passada uma amiga minha que veio junto comigo voltou pra casa porque não conseguia estudar e né, ela não viu o porque de ficar aqui só pra ser babar (e eu super compreendo).

Funciona teoricamente assim: para você completar seu programa de au pairs, você tem que completar 6 créditos ou (para as meninas da bosta da AuPairCare ) 60 horas de estudos. Cada 10 horas de curso equivalem a 1 crédito.

Aí você se anima toda, né? Até chegar aqui e ver como a banda realmente  toca. Eu que sou cagada de urubu, tive problemas com isso desde o começo.

Primeiro, não é todo curso que você pode fazer. O nosso visto ( o J1) nos dá direito unicamente de fazer ESL (English as a Second Language)ou os cursos chamados de undergraduate (cursos que não são matérias obrigatórias em uma graduação).

O que isso significa? Significa que se você quiser fazer uma matéria (ou cadeira como muita gente fala) de um curso de graduação qualquer numa faculdade ou até mesmo em Community Collegue, você não poderá cursar porque pra isso é necessário o visto de estudante (sabe-se lá qual o nome dele ¬¬).

O que sobra pra nós pobre mortais au pairs? Cursos soltos que as faculdades oferecem (undergraduate) ou ESL (boring até dizer chega), ou preparamento para o TOEFL.

Aí que entra: os cursos aqui são bem caros. Pra quem quiser fazer qualquer curso minimamente interessante, já vai aí guardando uns 1000 Obamas. O que seria curso interessante? Ahh, sei lá, um de fotografia, ou de business. Uma meninas aqui nas redondezas está fazendo um de turismo e hotelaria, e saiu na bagatela de 1.700 obamas. Isso aí que você ouvi, fia.

O que dá pra fazer com 500 beijocas? Quase nada. Os mais baratos são de ESL ou então cursos feitos para au pair fazer, que costumam ter a duração de um final de semana (em torno de 300 doletas) que vai te dar uns  3 créditos. Ou tem uns cursos muitos famosos que custa uns trezentos e pouquinhos e você estuda sobre um lugar (D.C. , Boston etc)  vai conhecer eles. Um lugar só tá gente? Exempo,  se você estudou sobre D.C., você viaja pra D.C. e por aí vai.

O que isso te adianta? Ué. sei lá. Como estudar é uma condição para você concluir seu programa de au pair com louvor, esses cursos de final de semana é uma ótima medida pra quem quer só ps créditos e não está nem aí para o s estudos.

Curso legal mesmo, custa muito mais que 500 Obamas e aí vai depender da sua prioridade aqui. se você quiser viajar, de repente um curso carão não valha apena, e um ESL ou um curso de final de semana seja melhor para seu bolso.

Pelo que eu vi, não há grandes ofertas de cursos e quase todos  custam os dois olhos da cara. E morar em subúrbio é outra coisa que não ajuda em nada, porque a gente simplesmente não tem opção de faculdade pra estudar. Quem mora em cidades como em NYC ainda tem um certa vantagem, mas em subúrbio, fica muito difícil achar algo interessante e num preço mais ou menos acessível.

E eu? Assim que eu cheguei aqui já meio de cara desencanei com essa parada de estudo, pra não me frustrar muito, e resolvi fazer o que dava pra fazer. Mas ó, eu entrei pelo cano mas né, deixa quieto.

Eu fiz um ESL, English Business for International, e só o nome parece legal, as aulas eram muito sacais, era mais voltado em vocabulário (que né, nada que você não consiga aprender sozinho na vida) e as discussões sobre o fantástico mundo de business eram muito rasas. Mas me custou só 200 beijocas, que me saíram do meu bolso, porque a outra família me fez devolver o dinheiro (trauma foda); E ganhei 4 créditos com esse curso.

estudei na Weschester Comunity College

Lembrando que, as Community Collegues tem um preço bem mais em conta, e eu aconselho a começar a procurar seus cursos por elas. Eu atualmente moro razoavelmente perto de Princenton e vocês não tem noção, um curso de Inglês lá custa uns 1.300 dolares. No way, já estudei inglês suficiente, jamais que morro nessa grana por curso de inglês. A vantagem claro, é o peso do nome da universidade que fica no seu curriculum, então se você tem 1.300 sobrando, vai nessa 😀

Sheldon sempre zoando Penny porque ela fez Community College (e eu também =P)

Agora está me faltando 2 créditos e o que vou fazer? Curso de final de semana também. O outro era aos sábados (único horário disponível para eu estudar) e foi uma chatice porque comia meu final de semana. Dessa vez eu continuo com o mesmo schedule ruim só me restando os finais de semanas pra estudar. Pra não ficar com todos os finais de semanas presos novamenteu eu decidi fazer um curso de um final de semana) especializado para au apair (deve ser bom …).

Outra coisa que você pode fazer é assistir alguma aula interessante como ouvinte. Quem mora em Princenton, bem perto tipo colado, tá fazendo isso. Não sei como funciona, ou como você deva prosseguir, a quem procurar, mas sei de uma meninas que é ouvinte, ela não pode falar nada na aula, debater assunto, ou ainda tirar dúvida. E nem sei ao certo aonde ela pode sentar, mas né… se você tiver muito a fim é uma opção. Não sei se conta créditos e quanto é que você paga por isso, mas se seus objetivos aqui são os estudos, taí uma opção.

Aí você achou o curso dos seu sonhos, na única Community College perto e com um preço justo. Tudo certo? Calma aí cara pálida que você ainda tem que perguntar para seus fofos se eles estão de acordo. Porque você só pode estudar nos horários e datas que melhor convém para eles. Então seu curso ainda tem que ser compatível com os horários e frescurites dos seus fofos.

Tudo para as famílias e na da para au pair 😛 E eu, sortuda como sempre, tive um pequeno problema com isso. Ex- fofa não queria que eu estudasse sábado a tarde, ela queria que eu fizesse curso de um final de semana porque a antiga au pair tinha feito isso e gostado.

Aí esse povo que acha que au pair é tudo igual que a gente vem de um mesmo modelo de fabricação, que gostamos das mesmas coisas. Porque sim, eles comparam as meninas o tempo todo. O que fiz foi bater o pé, não no sentindo de rebeldia, mas sim de ir defender meus direitos. Já que sábado estava fora do meu schedule normal e que eu não queria fazer um curso só por fazer. Ela de meia vontade concordou.

Mas óh, isso é super normal. O povo acha que a gente está aqui única e exclusivamente pra ser babá e eles não tão nem aí com seus estudos. Alias tem família que meio que vai adiando o curso, ou embarrerando até que a au pair acabe fazendo aqueles que eles querem (mais barato e mais perto pra economizar na gasolina). Isso tá errado, seu curso, óbvio, não pode interferir no seu schedule normal, mas fora isso, eles não podem dificultar só porque é mais vantajosos para eles (apesar deles fazerem isso toda hora).

A família também não é obrigada a te dar os quientão. Se você completa seus 6 créditos com 300 doletas, aí colega, perdeu playboy. Você não pode pegar os duzentos e torrar em shopping. Esse dinheiro é pra estudo e se você já usou e completou seus créditos e sobrou money, a família não tem que te dar a sobra em troca.

Se seus fofos forem bacanas eles podem te ajudar com dica  de estudo e se você tiver o c* virado para lua eles podem até te ajudar a pagar um curso que ultrapasse o orçamento previsto. Não acontece toda hora mas já vi isso acontecer com uma menina.

Só aviso a cara futura colega que seu objetivo principal é estudo, não venha como au pair.

Mais um post “desmitificando” o fantástico mundo das au pairs 😛

E há muito tempo, quando eu ainda era aspira, eu fiz um post sobre isso, só clicar aqui!

Beijos pra quem fica!

Ps.: alias, se você tiver dinheiro e condição de fazer qualquer outro intercâmbio minimamente mais decente que esse aqui, não venha como au pair.

P2.: Mais uma dica pra quem quer ser au pair: na boa, não seja 😛

Ps3.: E depois não diga que não avisei 😛

 

 

 

Anúncios

13 comentários (+add yours?)

  1. Tatiane Santos
    Jan 31, 2012 @ 19:40:23

    Oi Luna td bom??
    Bem eu li o seu post e achei interessante..
    Porém, eu vi um video de uma ex-au pair e ela disse q conseguiu fazer cursos básicos, tipos de outras linguas em high school de graça e eu acho q tbm tem como fazer cursos para conseguir creditos por lá tbm (disso eu não tenho certeza) … É mais ou menos isso, se vc tiver alguma outra au pair por ai q já fez isso procura saber pq pode ser uma boa..

    Bjs..
    Fik com Deus..

    Responder

    • Luna
      Fev 02, 2012 @ 02:00:00

      Oi tatiante,

      sim é verdade. Vocêpode fazer curso de inglês de graça e ainda eles te contam créditos. E claro que as famílias vão querer que a gente faça esse porque vai sair custo zero pra elas. E foi justamente esse o mini quase bapho que rolou por aqui, porque minha atual família meio que insistiu pra eu fazer esse de graça, mas eu não queria fazer curso de inglês, não que eu seja bã bã bã. mas né, eu tinha que poder escolher o curso que eu quisesse enfim… mas a gente sentou e conversou pra resolver esse “probleminha”.

      Mas sim, pra quem tá afim de fazer curso de inglês, também é uma opção 🙂

      Beijos!

      Responder

  2. Tatiane Santos
    Jan 31, 2012 @ 19:57:58

    Achei o video da Karol falando dos cursos
    Dá uma olhadinha aew..

    Responder

  3. Serena
    Fev 01, 2012 @ 22:40:08

    Luninha, amore, vou fazer algumas correções, tá?
    Primeiro, undergraduate classes são, SIM, cadeiras de graduação. Acho que vc se confundiu por que existem as graduate classes, mas essas cadeiras são de nível de mestrado pra cima.
    Segundo, as au pairs podem cursar essas cadeiras, sim. É só achar uma cadeira que goste e se encaixe no schedule. =)

    E, quer a família goste ou não, se vc só achar uma cadeira que vc goste num horário em que normalmente vc estaria trabalahdno, vc tem que sentar e conversar. E se for o caso, envolver a LCC, pressionando a LCC e a família, lembrando que os estudos fazem parte do programa e que a família assinou um contrato dizendo que facilitaria.

    Como a gente sabe que tem tanto LCC quanto família FDP, se for o caso, tem que colocar a area director no meio.

    Do mesmo jeito que vc tem que trabalhar e cumprir as regras, a família também tem que cumprir, quer goste ou não. =D

    Responder

  4. Serena
    Fev 01, 2012 @ 22:41:38

    Ah, o visto de estudante é o F-1.

    =)

    Responder

    • Luna
      Fev 02, 2012 @ 01:55:09

      Oi Serena,

      então, essa informação eu peguei com uma amiga minha que tinha visto uma matéria de jornalismo pra fazer na faculdade perto daonde ela morava e fez o teste passou, na hora de fazer a matricula ela não pode fazer porque não tinha o F1, só o J1.
      Aí pelo que vi, os cursos que a gente pode fazer são os “soltos”, tipo um curso de turismo mas que não seja dentro da graduação de turismo. Enfim, foi o que ela me explicou. Eventualmente ela acabou optando por mudar o visto para F1 e ser estudante, e cursar uma graduação nomral aqui.

      Mas confesso que nunca mais fui afundo que isso, a burocracia americana Jesus!

      È na outra família eu tive esse problema e tive que “lutar” pra fazer o curso que eu queria, nessa família o problema foi outro, que está em andamento. Mas sim, tem razão, tem que bater o pé mesmo, mas depois você vai cansando sabe, depois de um remcath você fica desgastado… se eu tiver algum problema ou desentendimento com essa família eu vou acaber por desistir do programa. Então, pra não ficar chato, preferi sentar e conversar pra gente resolver e ver o que era melhor para ambas as partes. Vamos ver…

      Beijos e obrigada pela visita sempre 🙂

      Responder

      • Serena
        Fev 06, 2012 @ 14:01:40

        O que pode ter acontecido é que a sua amiga quis fazer uma cadeira que era aberta apenas a alunos do curso de jornalismo.

        Tem cadeiras que só podem ser cursadas se vc estiver enrolled no curso X, como tem cadeiras que vc só pode cursar depois que cursar o(s) pre-req(s) dela. E ainda existem aquelas cadeiras que vc só pode cursar depois que falar com o professor e ele autorizar, ou ainda uma combinação disso tudo. Não precisa, necessariamente, ter o F-1.

      • Serena
        Fev 06, 2012 @ 14:10:14

        Não desista não! Não desista nunca!

        Lembre-se que é na adversidade que a gente descobre a força interior que temos.

        Torço muito por ti.

    • Luna
      Fev 07, 2012 @ 01:14:02

      Ahh entendi, então tem certas matérias que já tem um pré-requisito pra ser feita.

      Gente, olha só eu informando um monte de coisa errada pra galera. Shame on me! 😛 Obrigada pelas informações certas.

      Então Serena, tô aqui tentando buscar minha força interior, tõ achando que vou virar o Hulk no final desse programa ehehe (piada cretina não me aguentei)

      Tanta coisa foi dando errado ao longo desse programa que sei lá, a gente fica se perguntando o que está fazendo aqui, e aonde isso vai me levar… e confesso que últimamente tá difícil combater o desânimo junto com a falta de motivação.

      Mas né, vamos lá encarar a batalha!

      Serena, mas uma vez obrigada pela ajuda, pela força 😉
      Beijos!

      Responder

      • Serena
        Fev 07, 2012 @ 04:53:32

        Mas virar o Hulk não é bom, não!!! lol

        Lembre-se que antes dele ficar forte ele primeiro fica verde de raiva! lol
        (piadinha cretina, mas… =P )

  5. Luna
    Fev 02, 2012 @ 02:10:46

    Ahh jura que undergraduate é graduação tradicional? gente, minha fonte tá toda errada antes de sair escrevendo asneira vou passar a te consultar eheheh

    beijos e valeu pelas correções!! Legal pra informar as pessoas que não sabem (presente!)

    Responder

    • Serena
      Fev 06, 2012 @ 14:06:42

      Então, eu sou uma undergraduate student (tb conhecida como undergrad), que é pra pegar o seu primeiro degree em 4-year-college. De master pra cima vc estará na graduate school. 🙂

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 40 outros seguidores

%d bloggers like this: