Hoje acordei uma au pair feliz

Simples assim. Toda vez que você tem um fim de semana foda, aí você acha que é a au pair mais feliz do mundo. Dá até pra esquecer que 45 horas da semana você tá só no lerê lerê.

Aí você levanta e pensa? Porque não extender o programa? Por mais um ano? Por mais dois? Posso ficar aqui pra sempre?

Putz, pior que eu adoro esse lugar. Amo os Estados Unidos, apesar de achar que não moraria aqui (que um dia quando eu estiver mais inspirada eu explico o porque) mas nossa, hoje eu tô assim derretida, com muita vontade de fazer uma declaração de amor para o tio Sam., pra minha fofaiada (eles são legais, juto!), pro meu quarto, minha cama de casal, meu possante (xodó), até pra New Jersey (que eu amo também).

Vida de au pair é assim. Um dia você ama o lugar, outro dia você odeia.

Hoje eu acordei amando minha vida, meus fofos, o lugar que eu moro ( o atual, eu continuo seguindo odiando Chappaqua), as pessoas que conheço, o moleque que eu tomo conta, o carro que dirijo (alias, tô com um caso de amor com esse carro)… a água que eu bebo, a neve que eu limpo da driveaway 😛

Alguém me explica o que eu bebi pra tá nesse amor todo? Será que é o Valentine’s day chegando aí? Não pode, porque putz, valentine’s day é tão depressivo… só de lembrar… nossa, da licença gente, vou ali abraçar o cesto de roupa suja e já volto 😛

Não se assustem gente. Ninguém roubou a conta do meu blog, sei que vocês devem estar estranhando horrores esse post boiola já que eu geralmente to no modo mimimi. Realmente, não sei o que me bateu hoje (acho que até sei).

Só pra deixar claro, eu sempre gostei daqui. Nunca tive problema com o país em si. Eu não gosto mesmo de ser au pair, mas isso fia, é outra história.

Mudando de assunto…

Depois dessa declaração de amor pela minha atual vida auperiana (vai entender esse meu bipolarismo) lembrei hoje finalmente de tirar foto da onde eu moro. Ninguém me pergunte o porque, já que não só tava cheio de neve e chovendo.

Ai fui lá na chuva tirar umas fotos (fiz um monte de vídeo dirigindo na neve também) da casa (coisa linda) e do carro bem modesto que atualmente eu dirijo (o xodó da mamãe).

olha a responsabilidade 😀

Agora o carro. Depois do estranhamento com o tamanho, agora são só amores com ele. Estou num love com esse caro, altas aventuras juntos. Ai senhor, como vou fazer quando tiver que me separar dele?

coisa linda de mamãe

Beijos pra quem fica!

Ps.: Agora fui porque tem uma louça maravilhosa me esperando pra ser lavada 😀

Ps2: vai ter post de dicas de como dirigir na neve. Aguardem e confiem 😀

Ps3: nunca nem mostrei a casa de Chappaqua, né? Mais era horrorosa e imunda, então deixa pra lá 😛

Anúncios

1 Comentário (+add yours?)

  1. Afonsinho
    Jan 23, 2012 @ 20:40:15

    Pô, este mercedes nem tem banco para cobrador…
    Êle (o cobrador) viaja em pé?

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 40 outros seguidores

%d bloggers like this: